Juntem-se a nós, loucos por pássaros

Juntem-se a nós, loucos por pássaros



Ei! Você aí! É! Você mesmo que um dia comprou uma ave de estimação e nunca mais parou.

Você que está sempre pensando “hipoteticamente” qual seria a sua próxima ave se tivesse espaço, e acaba comprando mesmo sem ter arrumado mais espaço. 

Você que já redecorou a casa inteira para suas aves ficarem mais à vontade e não correrem nenhum perigo (existe algum cômodo na sua casa onde não haja um poleiro?).

Você que não se importa nem um pouquinho de ter cocô de passarinho no ombro. 





Você que acha super natural levar suas aves junto até quanto toma banho. 



“Não gostei muito desta sopa! 
Vê se capricha mais da próxima vez!”





Você que divide suas refeições com suas aves, só come o que elas também podem comer e nunca mais fez uma faxina sem um papagaio na cabeça.





Boa noite, Lorenza!






Você que não vê nada de extraordinário em dormir com um passarinho na mesma cama (foi só naquele dia que estava muito frio, eu sei).

Já estou pronto para trabalhar.






Você que, se pudesse, levaria eles com você até para o trabalho. 

Você também é um louco por pássaros e este lugar foi feito para você.

Alguém aí falou em louco por pássaros?

 
Ninguém sabe muito bem como esta loucura começa. Alguns dizem que é o cheirinho das penas que vicia, outros que é algum tipo de vírus extremamente contagioso, mas o fato é que um belo dia você dá a sorte de ter uma ave na sua vida e quando percebe, já se tornou um louco por pássaros.
A verdade é que quando temos a oportunidade de ter uma ave em nossas vidas, percebemos como estas criaturas são fascinantes e inteligentes. Eles nos fazem companhia, nos surpreendem diariamente com as coisas que aprendem, retribuem todo o carinho que recebem e rapidamente se tornam membros da família.
 
Como todo parente, eles podem brigar, fazer o que não devem, invocar com um membro da família ou se tornar um pouco problemáticos, mas nem por isto nós deixamos de amá-los e de ser loucos por eles.
 
E porque somos loucos por pássaros, fazemos tudo para dar a eles a oportunidade de se desenvolverem com saúde e bem-estar. Ocorre que muitas vezes, mesmo em tempos de globalização e internet, é muito difícil encontrar informação e saber como lidar com nossas aves.
 
Comigo não foi diferente. Quando me tornei um louco por pássaros, tinha muita dificuldade de saber o que fazer com aquele bichinho que acabara de levar para casa. Passei a devorar qualquer fonte de informação que passasse na minha frente. Desde então, já foram horas e horas de pesquisa, dezenas e dezenas de livros, revistas e DVD’s, incontáveis conversas demoradas com gente muito bacana que acabei conhecendo. Continuo faminto por informação, ainda tenho muito que aprender, nunca saberei o suficiente, mas gostaria de dividir com outros loucos por pássaros aquilo que já aprendi. Espero com isso, ajudá-los a ter uma relação melhor com suas aves, propiciando cada vez mais saúde e bem-estar.
 
Vamos juntos?
Então curta nossa página no Facebook, siga-nos no Twitter, no Instagram ou no Google+.

  • Estou com uma calopsita de 45 dias, preciso de orientaçao sobre a alimentaçao, e' um filhote mansinho, que adquiri hj e ainda na papinha, como saber se esta bem alimentado, ou com sede?

  • Thelma, obrigado por seu comentário. Parabéns pela sua nova companheira!

    Eu recomendaria uma visita a um veterinário especializado, para que ele possa se certificar de que está tudo bem com a saúde dela e te orientar sobre os cuidados necessários.

    Se você estiver fornecendo a papa nos horários e quantidades indicadas, não precisará se preocupar com fome ou sede. Lembre de utilizar uma papa de boa qualidade.

    Disponibilize também ração sólida para que ela vá começando a brincar com a comida e se alimentar sozinha.

Seu papagaio mais comportado e feliz! Inscreva-se!

*preenchimento necessário

Curta nossa página no Facebook!

Lorenza mail

Inscreva-se na nossa lista!

Receba todas as nossas novidades diretamente no seu e-mail!

Inscrição concluída com sucesso!

Shares
Share This